Celebrex pode causar problemas cardíacos

Medicamento continua no mercado

20 dezembro 2004
  |  Partilhar:

 O laboratório multinacional Pfizer admitiu este fim-de-semana, pela primeira vez, a possibilidade de risco acrescido de ocorrência de ataques cardíacos em doentes que tomam o anti-inflamatório Celebrex em doses muito elevadas, mas não tenciona retirar o medicamento do mercado, revelou a Associated Press. Segundo a Pfizer, ficou demonstrada a existência de riscos acrescidos de acidentes cardiovasculares em um de dois ensaios de longo prazo em curso em doentes com cancro. O National Cancer Institute, que conduz o estudo, suspendeu a utilização de Celebrex depois de descobrir que doentes a tomar entre 400 a 800 miligramas deste fármaco por dia têm 2,5 vezes mais riscos de problemas cardiovasculares do que os que não usam o medicamento. O outro estudo não encontrou qualquer risco acrescido em pessoas a utilizar 400 miligramas por dia, o dobro da dose habitual. O anúncio acontece dois meses depois de o laboratório Merck & Co. ter suspendido a venda do anti-inflamatório líder de mercado, o Vioxx, depois de concluir que duplica o risco de ataques cardíacos em doentes que o tomam há mais de 18 meses. O Celebrex e o Vioxx são inibidores da COX-2 e tornaram-se populares por serem eficazes no tratamento das dores provocadas por artrites reumatóides e outras doenças, sem provocarem os efeitos secundários no estômago característicos dos anti-inflamatórios clássicos.Fonte: Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.