Cegueira: OMS aprova plano de ação

Redução prevista de 25%

27 maio 2013
  |  Partilhar:

Um plano de ação que tem como objetivo a redução dos casos de cegueira e de outras deficiências visuais foi aprovado pelos países da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 

De acordo com a organização, se forem aplicadas as recomendações contidas no plano, a redução prevista será de, pelo menos, 25%. As últimas estimativas mundiais indicam que 285 milhões de pessoas sofrem de alguma deficiência visual e, destas, 39 milhões são cegas. Segundo os especialistas, do total de casos, até 80% podem ser evitados.
 

A notícia avançada pela agência Lusa refere que as principais causas das deficiências visuais são erros de refração não corrigidos e as cataratas, que representam 42% e 33% dos casos, respetivamente, embora em muitos países existam intervenções efetivas para a redução destes dois problemas.
 

O plano aprovado servirá para que cada país melhore o acesso das pessoas afetadas aos serviços de reabilitação e tenham programas de controlo das doenças oculares como parte dos seus sistemas de saúde.
 

De uma forma geral, o objetivo é de que, entre 2014 e 2019, sejam reduzidas em um quarto as doenças oculares que se podem prevenir.
 

De forma a alcançar este objetivo, os países concordaram em recolher dados que permitam entender a magnitude do problema, as suas causas e as tendências, assim como tomar as melhores decisões na alocação de recursos financeiros e humanos.
 

Neste sentido é fundamental determinar o número de oftalmologistas e de cirurgias de cataratas por cada milhão de habitantes.
 

A OMS considera que, se houver um avanço no controlo dessas doenças, pode reduzir-se consideravelmente a sua incidência entre os maiores de 50 anos, faixa de idade – segundo as estimativas atuais – na qual se concentrarão 84% dos casos até 2019.
 

Os dados mais recentes da OMS indicam que 82% dos cegos e 65% das pessoas com cegueira parcial ou grave estão acima dos cinquenta anos.
 

Por outro lado, o plano da OMS insta os países a lidarem com os fatores de risco de cegueira, como certos tipos de diabetes, o tabagismo, os nascimentos prematuros, a deficiência de vitamina A e a rubéola.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.