Cebolas verdes causam epidemia de hepatite A nos EUA

Mais de 500 pessoas infectadas

24 novembro 2003
  |  Partilhar:

Cebolas verdes terão sido as responsáveis por uma epidemia de hepatite A que atingiu os clientes de um restaurante mexicano na Pensilvânia, Estados Unidos. Três pessoas morreram e 575 foram infectadas pelo vírus, segundo refere à CNN o serviço de saúde pública dos EUA.
 

De acordo com o jornal on-line «Mexico Y el mundo», o restaurante que teria originado a epidemia pertence à cadeia Chi-Chi´s. O Organismo para a Alimentação e Medicamento (FDA) emitiu um alerta a nível nacional, pouco após se ter confirmado a epidemia na região, no dia 3 de Novembro, indicando que as cebolas verdes deviam ser cozidas e não comidas cruas, a fim de evitar perigos.
 

 

Não se sabe se as cebolas causadoras da doença estão vinculadas àquelas que provocaram surtos menores da doença em outros Estados norte-americanos, nomeadamente no Tennessee e Geórgia. A razão da sua contaminação também não foi determina.
 

A FDA anunciou na semana passada que a origem das cebolas causadoras de hepatite provinham de três abastecedores mexicanos e ordenaram a inspecção de todos os carregamentos do produto.
 

No entanto, esta epidemia é muito maior do que as registadas em outros estados norte-americanos. Em Setembro, mais de 250 pessoas contraíram hepatites A e mais de uma dezena de restaurantes da Geórgia e outras 80 foram infectadas num restaurante de Knoxville, Tenessee, durante a mesma época.
 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.