Casos de pneumonia atípica não param de aumentar

OMS regista 2.601 prováveis doentes e 98 mortos

09 abril 2003
  |  Partilhar:

A pneumonia atípica, doença descoberta em Novembro de 2002 no sul da China, já provocou 98 mortos e 2.601 casos prováveis em vários países do mundo, de acordo com o relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), divulgado esta semana em Genebra.
 

 

Segundo a OMS, 53 pessoas morreram na China continental devido à síndroma respiratória aguda (SRA) e 1.268 foram infectadas. Em Hong Kong estão registados 883 casos e 23 mortes, um dos quais foi um doente transferido do Vietname, adiantou a OMS.
 

 

A epidemia atingiu 106 pessoas em Singapura (seis mortos), 62 no Vietname (quatro mortos), sete na Tailândia (dois mortos), 21 em Taiwan (nenhum caso mortal) e uma pessoa na Malásia, que acabou por falecer.
 

 

Fora do continente asiático, o Canadá é o país mais atingido pela pneumonia atípica com dez vítimas mortais e uma pessoa em estado grave. De acordo com as contas da OMS, a doença afecta igualmente a Alemanha (cinco casos), Reino Unido (cinco), Roménia (um), Espanha (um), Itália (três), Irlanda (um) e França (três). No entanto, nenhum destes casos na Europa resultou em morte.
 

 

Em Portugal, o director-geral de Saúde, José Manuel Pereira Miguel, garantiu que «não há em Portugal qualquer caso de pneumonia asiática», negando notícias anteriores de que havia uma doente internada há dez dias num hospital de Lisboa com a doença.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar