Casos de listeriose na zona de Lisboa e Vale do Tejo

Direcção-Geral da Saúde investiga situações

02 agosto 2010
  |  Partilhar:

 

A Direcção-Geral da Saúde (DGS) anunciou no seu sítio da internet que está a investigar os casos de infecção humana por Listeria monocytogenes (listeriose) ocorridos na região de Lisboa e Vale do Tejo.

 

A nota da DGS lembra que esta infecção é contraída através da ingestão  de produtos contaminados como leite e queijo não pasteurizado, vegetais crus ou saladas insuficientemente lavados, bem como outros alimentos processados, nomeadamente de charcutaria.

 

Refere a mesma fonte que a maioria das infecções de origem alimentar têm “um curso clínico benigno”, mas há casos de doença com evolução mais grave, sobretudo em grávidas, recém-nascidos e idosos. Entre os sintomas da doença estão febre e diarreia, mas a infecção pode também ser assintomática.

 

A entidade de saúde aconselha os médicos a efectuarem a notificação imediata dos casos diagnosticados ao delegado de saúde, para que este possa efectuar a investigação epidemiológica com o objectivo de identificar a fonte da infecção e desencadear rapidamente medidas adequadas a cada situação (caso esporádico ou de surto).

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.