Casos de cancro pediátrico aumentam em Portugal

Dados do Portal de Informação Português de Oncologia Pediátrica

25 julho 2013
  |  Partilhar:

Os casos de cancro pediátrico têm aumentado cerca de um por cento anualmente, com 350 novos casos todos os anos, segundo dados do Portal de Informação Português de Oncologia Pediátrica (PIPOP).
 

Fundado há dois anos, o PIPOP tem como objetivo apoiar as famílias e amigos de crianças com cancro, tendo registado já mais de 50 mil visitas.
 

Este portal é promovido pela Fundação Rui Osório de Castro e disponibiliza informação sobre tumores pediátricos em linguagem adaptada a vários tipos de público: crianças, jovens, pais, familiares, amigos de doentes e profissionais de saúde.
 

A Fundação Rui Osório de Castro disponibiliza informação sobre os dados da realidade oncológica pediátrica em Portugal mas reconhece que falta uma “plataforma comum e exclusiva” para a pediatria que permita ter um verdadeiro Registo Oncológico Pediátrico Nacional, segundo esclarecimentos prestados à agência Lusa.
 

No entanto, segundo informação recolhida nas regiões Norte, Centro e Sul do país, cerca de 350 novos casos de cancro surgem anualmente em crianças entre os 0 e os 18 anos. A taxa de sobrevivência da doença situa-se em cerca de 75%, sendo o cancro infantil a primeira causa de morte não acidental entre a população infanto-juvenil.
 

Os cancros pediátricos mais comuns são em primeiro lugar as leucemias, sendo seguidos dos linfomas. Seguem-se, com menor incidência, os do sistema nervoso central e os tumores nos nervos periféricos.
 

No âmbito desta temática, o M.A.E.S (Movimento de Apoio, Esperança e Solidariedade) está a organizar um arraial de solidariedade que irá decorrer no próximo sábado, dia 27 em Lisboa, com o intuito de angariar fundos para apoiar as crianças com cancro que necessitem de deslocações ao estrangeiro para receberem tratamento. Muitas empresas já solidariamente se juntaram a esta causa.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.