«Caso grave» de pneumonia adenovírica

Mais três crianças internadas no Amadora-Sintra e três no Dona Estefânia

13 abril 2004
  |  Partilhar:

Três crianças deram entrada no Hospital de Dona Estefânia, em Lisboa, suspeitas de terem contraído a pneumonia adenovírica, adianta esta terça-feira a TSF. Depois dos dois casos confirmados no Hospital Amadora/Sintra, existem mais três crianças que se encontram em observação com sintomas de infecção respiratória aguda. Todas frequentam o mesmo infantário que um dos meninos internados no Hospital Amadora-Sintra com pneumonia adenovírica. Uma equipa de saúde pública está a investigar se existe uma cadeia de transmissão.  No Amadora-Sintra foram internadas há uma semana duas crianças com pneumonia grave a adenovírus. A menina de seis meses e o rapaz de dois anos continuam em estado grave mas estável. Mantêm-se com ventilação assistida e em isolamento na unidade de cuidados intensivos, informou a directora do departamento de pediatria do hospital, Maria do Céu Machado.  Carlos Silva Santos revelou ainda que no infantário frequentado por uma das crianças internadas no Hospital Amadora/Sintra está a ser feita uma observação exaustiva às restantes crianças que apresentam dificuldades respiratórias. Em declarações à emissora, o delegado de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Carlos Silva Santos, afirmou que «existe um caso grave». Contudo, as autoridades de saúde estão à espera dos resultados das análises efectuadas.  Fontes: Público e Diário Digital

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.