Casal francês congelado deve ser enterrado

Justiça francesa é implacável

18 março 2002
  |  Partilhar:

O caso está a ser bastante abordado pelos jornais franceses. Raymond Martinot, morreu no mês passado aos 80 anos, mas sem antes ter solicitado, por escrito, querer ser congelado, junto de sua mulher, que já havia morrido em 1984.
 

 

Raymond Martinot tinha por objectivo ser descongelado, quando os avanços da ciência lhe permitissem voltar à vida. Martinot e a sua mulher, Monique estão congelados e guardados na propriedade da família, na pequena vila de de Neuil-sur-Layon, no oeste da França.
 

 

Mas depois de grande polémica, a justiça francesa decidiu que um casal que foi congelado depois de morto na esperança de ser trazido de volta à vida deve ser retirado da câmara frigorífica e enterrado. A decisão judicial diz que a lei francesa determina que os corpos devem ser cremados ou enterrados. E por tal, o juiz autorizou o uso de força, se for necessário, para cumprir a decisão.
 

 

Martinot tornou-se conhecido quando congelou o corpo da mulher, que morreu de cancro, pela técnica conhecida como criogenia - o congelamento com a crença de que no futuro exista tecnologia para ressuscitar a pessoa e tratar a doença.
 

 

Martinot efectuava visitas guiadas e para mostrar aos visitantes o local onde guardava o corpo, uma câmara mantida a 60 graus negativos. Quando morreu, deixou instruções para que o filho, Remy, fizesse o mesmo com o seu corpo.
 

 

A Procuradoria Geral da República levou o caso à Justiça, alegando que a lei francesa diz que os corpos devem ser cremados ou enterrados. Mas o advogado de Remy Martinot, Alain Fouquet, argumentou que a manutenção dos corpos na câmara não contraria a lei, e diz que nada mudou desde que Raymond Martinot recebeu permissão da Justiça para congelar a mulher, em 1984.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.