Carvedilol reduz risco de morte por enfarte em 23%

THE LANCET publica Estudo CAPRICORN

10 maio 2001
  |  Partilhar:

A edição de 5 de Maio de 2001 do LANCET publicou os resultados clínicos do Estudo CAPRICORN. Os dados agora divulgados vêm confirmar que o tratamento a longo prazo com carvedilol (um bloqueador adrenérgico) em doentes que sofreram Enfarte Agudo do Miocárdio, pode reduzir o risco de morte em 23% e o risco de novo enfarte em 41%.
 

 

Comentando estes resultados, o Prof. Henry Dargie, Investigador Principal do Estudo CAPRICORN e Professor de Cardiologia na Western Infirmary de Glasgow afirmou que "até agora, tinhamos poucas evidências sobre o uso de bloqueadores adrenérgicos em combinação com as terapêuticas mais modernas em doentes que sofreram Enfarte Agudo do Miocárdio. Os resultados do estudo CAPRICORN demonstram claramente que, ao adicionar-se carvedilol à terapêutica standard, se pode reduzir o risco de um novo enfarte e, mais importante ainda, o risco de morte".
 

 

O Estudo CAPRICORN envolveu 2000 doentes e desenrolou-se em 160 centros de 17 países. Os doentes foram, de forma aleatória, sujeitos ao tratamento com carvedilol ou placebo, após terem sofrido o Enfarte do Miocárdio. Todos os doentes envolvidos estavam sob tratamento com IECAs, aspirina e/ou trombolítico.
 

 

É estimado que 2.500.000 pessoas na Europa, EUA e Japão terão um Enfarte Agudo do Miocárdio ainda este ano, das quais metade voltará a ter novos Enfartes do Miocárdio.
 

 

Um Enfarte do Miocárdio acontece quando o fornecimento de sangue ao músculo cardíaco é interrompido ou reduzido de forma severa. Este fenómeno é causado pelo bloqueio das artérias coronárias que abastecem o músculo cardíaco de sangue. Pelo menos 40% dos enfartes resultam em morte e, das pessoas que sobrevivem, têm um risco de doença cardíaca ou morte que é 15 vezes maior do que a na população em geral. Sabe-se, por exemplo, que num prazo de 6 anos após um Enfarte do Miocárdio, 18% dos homens e 35% das mulheres vão ter outro.
 

 

Fonte: D&E Shandwick Dept Health Care

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.