Cartão de saúde europeu pode ser uma realidade
21 janeiro 2002
  |  Partilhar:

A Comissão Europeia quer criar um cartão de saúde europeu para facilitar o acesso dos cidadãos aos cuidados médicos em qualquer país comunitário. A proposta foi feita pela comissária europeia Anna Diamantopoul numa reunião informal com os ministros do Emprego e Assuntos Sociais, que se realizou no sábado em Burgos.
 

 

A decisão de avançar ou não para o novo cartão de saúde será tomada em Março, na Cimeira de Chefes de Estado e Governo que se realiza em Barcelona.
 

 

Caso a proposta de concretize, será um cartão electrónico de saúde em que constam os dados do seu titular, contactos em caso de urgências, o sistema de saúde a que pertence, entre outros.
 

 

O cartão servirá, segunda explicou, em conferência de imprensa, a comissária europeia para substituir os actuais formulários, conhecidos como E-111, que são exigidos aos cidadãos europeus quando querem receber cuidados de saúde num país comunitário que não o seu.
 

 

O pagamento da despesa será da responsabilidade do país de origem que terá de reembolsar os gastos.
 

 

Ler mais em: Correio da Manhã
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.