Carro movido a óleo de fritar alimentos

Veículo apresentado em Lisboa

01 junho 2004
  |  Partilhar:

Atestar o automóvel com óleo de fritar alimentos em vez de usar os habituais e poluentes combustíveis é uma das apostas da WWF no âmbito de um dos seus projectos One Planet Living . O óleo, depois de reciclado e devidamente transformado, pode ser utilizado por qualquer carro a gasóleo sem que o condutor note grandes diferenças na condução.Este sistema permite, acima de tudo, reduzir o consumo de combustível, emitindo também menos quantidades de carbono, tornando-se, assim, económico e ecológico. Um automóvel movido a óleo de fritar regista um consumo de cerca de seis litros aos cem quilómetros, e atinge a velocidade máxima de 160 km/hora. O carro apresentado, um Ford Sierra de 1987 convertido em carro desportivo biodiesel, veio de Londres até Lisboa provar a viabilidade deste inovador sistema materializado pela WWF em parceria com a BioRegional.«É um carro absolutamente normal», explica Eduardo Gonçalves, representante em Portugal da WWF. E acrescenta que «é um exemplo de como é possível continuar a viver normalmente mas de uma forma ecológica», porque «ser ambientalista também pode ser divertido».Em Portugal já começam a surgir algumas iniciativas na área da sustentabilidade, como a que decorreu em Coimbra, onde foi recolhido e reciclado óleo já utilizado para ser utilizado nas frotas de autocarros. Fonte: Diário de Notícias

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.