Cáries eliminadas sem obturação

Esmalte sintético pode evitar procedimento

21 junho 2005
  |  Partilhar:

 

 

Um esmalte sintético para tratar as cáries pode eliminar a necessidade de realizar pequenas obturações nos dentes.
 

 

O esmalte sintético, segundo dizem os cientistas japonese que o desenvolveram, é feito de uma versão modificada de um material chamado hidroxiapatita, cuja composição química é semelhante à do esmalte natural dos dentes.
 

 

Os investigadores do Instituto Dental FAP, de Tóquio, também afirmaram que esta pasta torna desnecessário o uso da broca para tratar problemas nos dentes.
 

 

Hoje em dia, quando os dentistas tratam pequenas áreas nos dentes cariados, precisam retirar um pedaço do dente (que ainda está) para poder firmar a obturação. Para isso usam a broca.
 

 

Para testar o novo produto, os cientistas trataram um dente pré-molar inferior que apresentava sinais de deterioração. E observaram então que o esmalte sintético fundiu-se como o revestimento natural do dente. Além de curar a cárie, o produto também evita o aparecimento de outras, dado fortalecer o dente, afirmaram os cientistas.
 

 

Também compararam a hidroxiapatita modificada com outro tratamento alternativo para as cáries: O uso de uma solução de flúor fosfato acidulado. E concluíram que esta solução deixa uma falha entre o composto e o esmalte natural do dente.
 

 

Mas a equipa liderada por Kazue Yamagishi ressalvou, no entanto, que o uso da hidroxiapatita modificada exige um cuidado especial – a substância não deve entrar em contacto com as gengivas, sob risco de causar uma inflamação.
 

 

No entanto, a dentista Liz Kay, assessora científica da Associação Dental da Grã-Bretanha, observou à BBC, que este estudo «não parece descrever uma nova cura para a deterioração dos dentes».
 

 

O trabalho foi publicado na revista especializada Nature.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar