Cápsula endoscópica automotora é controlada à distância

Investigação desenvolvida por cientistas japoneses

04 julho 2011
  |  Partilhar:

Investigadores japoneses anunciaram ter desenvolvido uma cápsula endoscópica automotora e controlada à distância que pode “navegar” no tubo digestivo.

 

Os cientistas da Universidade Ryukoku e da Faculdade de Medicina de Osaka conseguiram, graças a esta cápsula com a forma de um girino e que se desloca sozinha, captar imagens do interior do estômago e do cólon de um ser humano.

 

Esta é “a primeira vez que um endoscópio se move de forma autónoma com sucesso do ânus para o cólon para captar imagens”, assegurou a equipa de investigação, citada pela agência Lusa, durante uma conferência internacional sobre doenças digestivas realizada em Chicago, EUA.

 

Este pequeno instrumento, denominado “Sirène”, mede cerca de um centímetro de diâmetro e 4,5 centímetros de cumprimento e tem uma espécie de pequena barbatana traseira que permite um controlo preciso da sua direcção e localização. Os médicos utilizam um dispositivo tipo “joystick” para orientar os movimentos da cápsula, enquanto visionam a sua posição num ecrã. Este endoscópio pode ser ingerido para um exame ao estômago ou inserido por via rectal para examinar o cólon.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.