Capacidade do serviço de Nefrologia do Centro Hospitalar do Médio Tejo duplicou

Investimento de mais de 2,3 milhões de euros

04 setembro 2015
  |  Partilhar:

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) inaugurou esta semana as novas instalações do serviço de Nefrologia, aumentando o número de postos de diálise disponíveis de 11 para 22, no âmbito de um investimento de mais de 2,3 milhões de euros.
 

O CHMT referiu em comunicado, ao qual a agência Lusa teve acesso, que o serviço, único no distrito de Santarém, passa a ocupar o 5.º piso da Unidade Hospitalar de Torres Novas, do CHMT (que integra ainda as unidades de Abrantes e de Tomar), com uma ala de internamento e outra para os tratamentos de diálise.
 

O investimento feito permitiu a instalação de “equipamentos e tecnologias de última geração”, refere o comunicado.
 

“Com esta renovação, o Centro Hospitalar do Médio Tejo duplica a capacidade de tratamento de doentes, em postos de diálise, tornando-se no único serviço de Nefrologia com estas características, do Serviço Nacional de Saúde (SNS), no distrito de Santarém e a segunda maior unidade de diálise hospitalar, do SNS, do país”, acrescenta.
 

O projeto foi iniciado em 2012, tendo sido concluído pela administração liderada por Carlos Andrade Costa, que está em funções há pouco mais de um ano.
 

A sessão de inauguração contou com a presença do secretário de Estado da Saúde, Manuel Teixeira, e do presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Luís Cunha Ribeiro.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.