Cantar ajuda a recuperar a fala em vítimas de AVC

Estudo da Harvard Medical School

26 fevereiro 2010
  |  Partilhar:

As vítimas de acidentes vasculares cerebrais (AVC) podem acelerar a recuperação da fala se praticarem canto, afirma um estudo apresentado no encontro anual da American Association for the Advancement of Science (AAAS), realizado recentemente nos EUA.

 

Investigadores da Harvard Medical School, em Boston, EUA, começaram a usar a técnica, denominada "terapia de entonação melódica", quando se aperceberam que as vítimas de AVC que tinham ficado incapacitadas de falar eram capazes de cantar. O estudo, liderado pelo neurocientista Gottfried Schlaug, foi o primeiro a combinar essa terapia com exames de ressonância magnética do cérebro dos pacientes de modo a determinar a parte que é activada pelo canto.

 

Na generalidade das pessoas, a área do cérebro activada pelo canto é a direita, sendo o lado esquerdo responsável pela fala e pelo movimento. O que os cientistas descobriram ao monitorizarem os pacientes com AVC que tinham perdido a fala foi que, quando entoavam palavras como se fosse uma melodia, as ligações cruciais formavam-se no lado direito do cérebro (área que não tinha sido afectada pelo AVC).

 

Segundo Schlaug, após uma única sessão, os pacientes que não eram capazes de formar nem uma palavra inteligível aprenderam a dizer a frase "estou com sede", combinando cada sílaba com uma nota de uma melodia.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.