Cannabis apresenta perigos mas também capacidades terapêuticas

A erva descoberta há cerca de 5000 anos está ainda a ser redescoberta

01 fevereiro 2001
  |  Partilhar:

Um estudo de revisão, publicado no British Journal of Psychiatry, sugere que o cannabis não é uma droga inofensiva, como muitos pensam, e que pode causar paranóia, psicose, ansiedade e pânico.
 

 

A Dra. Heather Ashton reviu vários estudos realizados sobre a droga e concluiu que esta pode afectar a percepção, as capacidades motoras e o tempo de reacção, embora possa também ser importante no campo médico.
 

 

Esta autora mostrou também que o cannabis é ainda muito popular entre os jovens: 60% dos estudantes universitários britânicos afirma ter experimentado a droga e 20% usa-a regularmente. Alguns alunos afirmaram fumar até 15 cigarros de marijuana por dia.
 

 

O uso esporádico da droga para efeitos recreativos, por causa do seu efeito eufórico, parece não causar grandes danos, contudo o uso continuado pode ter como efeitos secundários alterações da memória, perda de atenção e a dificuldades em processar informações complexas.
 

 

O relatório afirma também que, ao contrário do que é geralmente aceite, consumidores assíduos podem desenvolver tolerância e dependência à droga, de forma análoga às causadas pelo álcool e opiáceos.
 

 

Noutro relatório, apresentado no mesmo jornal, um psiquiatra da Universidade de Oxford analisou os benefícios do uso clínico desta droga, que era usada tradicionalmente no tratamento da malária, dores reumáticas, dores de parto. Mais tarde, foi considerada indicada para problemas de insónia, asma e gota. Reduz também as dores musculares em doentes com esclerose múltipla e estimula o apetite, travando a perda de peso em pessoas com cancro. O composto activo da droga, o THC, pode também aliviar o vómito e a náusea nestes pacientes.
 

 

Este psiquiatra afirmou à Reuters que o facto da droga ser ilegal torna a investigação mais difícil mas acredita que existem certas drogas que merecem um estudo para apurar os seus fins terapêuticos.
 

 

Helder Pereira
 

MNI - Médicos Na Internet
 

 

Fonte: Reuters Health

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.