Cancros - as previsões da Sociedade norte-americana para 2002

O do pulmão será o mais mortal mas os mais diagnosticados serão o da mama e o da próstata

21 janeiro 2002
  |  Partilhar:

O cancro do pulmão será o mais mortal em 2002, apesar do declínio da sua incidência nos últimos anos, informou a Sociedade do Cancro norte-americana. As previsões desta organização para o ano em curso indicam que, no que se refere à incidência, serão o cancro da próstata e o da mama os mais frequentemente diagnosticados.
 

 

O cancro, em geral, é o segundo tipo de doença responsável pelo maior número de mortes nos países desenvolvidos, depois das doenças cardiovasculares.
 

 

Segundo a mesma Sociedade, o cancro do pulmão é o mais mortal, mas também o mais facilmente evitável, uma vez que 90 por cento das mortes estão relacionadas com o consumo de tabaco, principalmente em cigarros.
 

 

Só nos Estados Unidos, por exemplo, esta doença será responsável pela morte de quase 155.000 pessoas, ou seja, 28 por cento do total de pessoas que morrerão devido a um processo cancerígeno.
 

 

A maioria dos tipos de cancro mantiveram taxas de mortalidade muito semelhantes ao longo dos últimos 100 anos, com pequenas variações, para baixo, nas últimas décadas.
 

 

Somente dois tipo de cancro sofreram alterações significativas nos índices de mortalidade: o do estômago, em que o número de mortes diminuiu consideravelmente, e o do pulmão, em que o aumento do número de óbitos foi substancial, alcançando o seu máximo em 1990.
 

 

As mortes por cancro do pulmão diminuíram nos últimos dez a 12 anos e a tendência do consumo de cigarros também decresceu na última década, mas actualmente essa diminuição desacelerou-se, assinalou a organização de saúde norte-americana.
 

 

O cancro da próstata, o segundo que mais mortes produz, é, em contrapartida, o mais frequente.
 

 

A mesma relação estabelece-se no caso do cancro da mama, que é o segundo em mortalidade, mas o primeiro em incidência.
 

 

Prevêem-se quase 1,3 milhões de novos casos de cancro este ano nos EUA, e quase meio milhão de mortes entre homens e mulheres devido a cancros pouco comuns, como o do pâncreas ou da bexiga.
 

 

As análises efectuadas pela Sociedade do Cancro norte-americana indicam finalmente que quase 35 por cento das mortes por cancro dever-se-ão ao consumo do tabaco e do álcool, em muitos casos com ambas as substâncias combinadas.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.