Cancro: Médico português cria tratamento inovador para dor contínua
11 maio 2002
  |  Partilhar:

Um médico português aplicou, pela primeira vez, o método inovador que desenvolveu para o tratamento de casos de dor contínua não oncológica, menos agressivo e dispendioso do que outras soluções habitualmente utilizadas para este tipo de casos.
 

 

O tratamento proposto por Alexandre Teixeira resulta de uma associação entre a neuroplastia transforaminal, técnica utilizada desde 1995, e a radiofrequência por pulsos, que começou a ser usada em 1998.
 

 

"A neuroplastia transforaminal permite distender o espaço por onde passa o nervo, enquanto a radiofrequência cria um campo eléctrico em volta do nervo que provoca uma alteração molecular na membrana e desactiva os genes responsáveis pela transmissão da dor", afirmou o médico portuense à Lusa.
 

 

Alexandre Teixeira falava no final da primeira intervenção em que utilizou o método que desenvolveu, realizada na Casa de Saúde da Boavista, no Porto, com uma doente francesa, que regressou a casa depois de terminada a intervenção, durante a qual esteve sempre acordada e consciente.
 

 

Fonte: Lusa
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.