Cancro do pulmão pode ser hereditário

Predisposição para a doença está nos genes

01 agosto 2004
  |  Partilhar:

Algumas pessoas podem estar geneticamente programadas para sofrer de cancro do pulmão, mesmo que fumem pouco. Esta foi a conclusão de um grupo de investigadores americanos que estão perto de isolar o gene que predispõe as pessoas a sofrerem deste tipo de doença. Apesar de ainda não estar identificado o gene, os cientistas já detectaram a região do cromossoma que o transporta, segundo o estudo publicado na edição de Setembro do “American Journal of Human Genetics”. O cancro do pulmão é umas das doenças mais mortais nos países desenvolvidos e “a descoberta de genes vinculados a outros tipos de cancro conduziu a um maior conhecimento deste tipo de doenças e isto, por sua vez, pode conduzir a melhores estratégias terapeuticas e preventivas”, afirmou Joan Bailey-Wilson, um dos cientistas que participou no estudo. Em geral, as principais causas do cancro do pulmão são o tabagismo e a exposição ao fumo do cigarro. Apenas 15% de todos os pacientes com cancro pulmunar vive mais de cinco anos. No entanto, nem todos os fumadores, sejam eles activos ou passivos, desenvolvem esta doença. Os cientistas sabem que existe uma predisposição genética, tal como para outros tipo de cancro, como o da mama ou o do cólon. Concluem que o risco de contrair a doença aumenta nos membros de uma família que seja portadora do gene, independentemente da frequência com que fumam. Fonte: Reuters

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.