Cancro do pâncreas: novo alvo terapêutico identificado

Estudo publicado na revista “Plos One”

08 janeiro 2013
  |  Partilhar:

Investigadores americanos identificaram um novo alvo terapêutico que poderá melhorar o tratamento do adenocarcinoma ductal do pâncreas, o qual representa mais de 95% dos casos de cancro do pâncreas, dá conta um estudo publicado na revista “Plos One”.
 

Neste estudo, os investigadores da Mayo Clinic, nos EUA, descodificaram uma via molecular que está sempre ativa e que promove o crescimento acelerado dos tumores do pâncreas. ”Ter por alvo esta via para diminuir a proliferação das células cancerígenas poderá ser uma nova estratégia de tratamento deste tipo de cancro”, revelou, em comunicado de imprensa, o líder do estudo, Peter Storz. O bortezomib, medicamento já aprovado para o tratamento de outros tipos de cancro, poderá ser uma alternativa.
 

Uma das características do cancro do pâncreas é o aumento da atividade do fator de transcrição NF-kB, que ativa a expressão de genes envolvidos na proliferação celular e as protege da morte. Existem duas vias de ativação do NF-kB, conhecidas por via clássica e alternativa.
 

Neste estudo os investigadores centraram-se na via alternativa, tendo descoberto que o aumento da atividade desta via era causado pela supressão de uma proteína conhecida por TRAF2. A perda desta proteína promove o crescimento rápido dos tumores do pâncreas e está associada com uma agressividade aumentada.
 

Os autores do estudo testaram esta descoberta em 55 amostras de cancro do pâncreas, tendo verificado que em 69% dos casos a TRAF2 não estava a funcionar adequadamente. Adicionalmente foram observados níveis elevados de outras moléculas que também estão envolvidas na via de ativação alternativa do NF-kB.
 

De acordo com Peter Storz, a toma de um cocktail de fármacos que inclua, quimioterapia, bortezomib e outros inibidores de moléculas que participam na via alternativa poderão ajudar no tratamento deste tipo de cancro. “

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.