Cancro do ovário: novo fármaco mostra-se promissor

Estudo publicado nos “Proceedings of the National Academy of Sciences”

09 outubro 2012
  |  Partilhar:

Investigadores americanos descobriram um novo tipo de fármaco para o tratamento do cancro do ovário, dá conta um estudo publicado nos “Proceedings of the National Academy of Sciences”.
 

O fármaco em causa é membro de uma nova classe de fármacos citotóxicos, os PACMA, e foi descoberto pelos investigadores da University of Southern California, nos EUA, após terem testado 10.000 compostos em células cancerígenas.
 

De forma a investigar e otimizar as propriedades anticancerígenas dos PACMA, os investigadores sintetizaram 80 novos compostos. Um deles, o PACMA31, mostrou-se pouco tóxico e potencialmente eficaz.
 

Os investigadores, liderados por Shili Xu, revelaram que este novo fármaco é um inibidor seletivo e eficaz de uma proteína que é altamente expressa nas células tumorais dos ovários, a proteína dissulfeto isomerase.
 

O estudo apurou que o PACMA31 pode ser administrado oralmente sendo capaz de se acumular nas células tumorais, ou seja, causa poucos efeitos nos tecidos saudáveis.
 

Por outro lado, este é também um fármaco “irreversível”, isto é, só deixa de estar associado ao alvo, a proteína dissulfeto isomerase, quando esta é degradada. Esta irreversibilidade poderá resultar no prolongamento da ação do fármaco o que é traduzido, em termos práticos, na possibilidade de administrar aos pacientes doses mais baixas.
 

Como este composto tem um modo de atuação diferente dos já existentes, pode ser utilizado em alternativa aos tratamentos existentes, aos quais algumas pacientes já não respondem.
 

Apesar de ainda serem necessários mais testes, este novo composto parece, para já, ser eficaz e não tóxico, tendo ainda potencial para tratar outro tipo de cancros.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A. 

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.