Cancro do intestino: Rastreio a familiares reduz incidência de doença em 80 por cento

Estudo publicado no British Medical Journal

02 novembro 2005
  |  Partilhar:

 

Examinar pessoas com uma história familiar de cancro do intestino pode diminuir a incidência da doença em cerca de 80 por cento, revela um estudo publicado no British Medical Journal.
 

 

Investigadores do National Cancer Research Institute (NCRI), Reino Unido, acompanharam mais de 1600 indivíduos e concluíram que uma condição genética anteriormente identificada não é a única forma hereditária da doença, sendo então necessário proceder a um rastreio mais alargado.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.