Cancro do fígado pode aumentar 70% até 2015

Alerta da Sociedade Portuguesa de Hepatologia

19 maio 2010
  |  Partilhar:

O número de casos de cancro do fígado poderá registar um aumento de 70% até ao final de 2015, prevê a Sociedade Portuguesa de Hepatologia (SPH), que defende uma maior sensibilização nacional para as doenças hepáticas, sobretudo a alcoólica.

 

A presidente da SPH, Estela Monteiro, que falou à agência Lusa a propósito do 3.º Congresso Português de Hepatologia, que decorreu recentemente em Évora, referiu que a doença hepática "mais frequente" é a "alcoólica", realçando que se estima existirem no país "dois a três milhões de alcoólicos", contabilizando tanto "os dependentes" como "os bebedores excessivos".

 

A situação torna-se ainda mais grave quando, para além do alcoolismo, as pessoas são também portadoras do vírus da hepatite C ou da hepatite B, dado que a doença evolui "mais rapidamente para cirrose hepática", explicou a especialista, adiantando que dois terços das doenças hepáticas crónicas em Portugal são alcoólicas.

 

Por isso, a presidente da SPH defendeu ser fundamental desenvolver, por todo o país, uma campanha de sensibilização sobre as doenças hepáticas. Tal campanha, precisou, deveria desenvolver-se não só nas escolas, com os jovens, os professores e os pais, sobretudo sobre os perigos do consumo excessivo de álcool, mas também junto dos médicos de família, que podem detectar os sintomas mais cedo.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.