Cancro do cólon mata anualmente 3.500 portugueses

Congresso nacional arranca hoje no Porto

20 novembro 2003
  |  Partilhar:

O cancro do cólon mata todos os anos 3.500 portugueses, número que tem crescido a uma taxa 11 por cento, indica um estudo efectuado pela Sociedade Portuguesa de Coloproctologia a que a Agência Lusa teve acesso na quarta-feira.Este tipo de cancro será um dos temas fortes do 13º Congresso Nacional de Coloproctologia - a especialidade médica que trata as doenças do cólon, recto e ânus - que se realiza quinta e sexta-feira no Porto.O presidente do Congresso, António Carlos Saraiva, professor da Faculdade de Medicina do Porto, considerou, em declarações à Lusa, que «só a aplicação urgente de medidas de rastreio generalizadas a toda a população acima dos 50 anos poderá inverter a tendência de crescimento desta doença».Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar