Cancro do colo do útero: testes de auto-colheita devem ser confirmados

Declarações do presidente da Sociedade Portuguesa de Ginecologia

17 maio 2012
  |  Partilhar:

O teste de auto-colheita para deteção do cancro do colo do útero, que foi lançado ontem, tem por objetivo colmatar “o grave problema da acessibilidade neste tipo de rastreio”, contudo para os especialistas o diagnóstico deve ser confirmado pelos médicos.

 

“Os testes de auto execução não resolvem problema nenhum. Às vezes criam mais problemas do que resolvem”, revelou à agência Lusa o presidente da Sociedade Portuguesa de Ginecologia, José Martinez de Oliveira.

 

Apesar de não questionar a qualidade do teste, pois não o conhece, o especialista disse que “um exame pedido fora do contexto não tem qualquer interesse”.

 

O Teste Mulher, que foi apresentado ontem, resulta de uma parceria entre uma empresa que “desenvolve e comercializa formas não invasivas de deteção precoce de cancro” e um grupo de laboratórios de análises clínicas. O teste contém um estojo de auto colheita de uma amostra da secreção vaginal para posterior deteção dos Vírus do Papiloma Humano de alto risco”, que estão na origem do cancro do colo do útero.

 

A amostra é posteriormente enviada para o laboratório, juntamente com um formulário de requisição, custando este serviço cerca de 70 euros.
Daniel Pereira da Silva, ginecologista e especialista em Vírus do Papiloma Humano, explicou à Lusa que este tipo de testes já apresenta, hoje em dia, “alguma validação”, mas chamou a atenção para a necessidade dessa validação necessitar de confirmação posterior.

 

“Se uma mulher tiver um teste positivo, necessita de um posterior acompanhamento, o qual passa pela confirmação através de uma citologia, que tem de ser realizada por um médico”, acrescentou o médico.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.