Cancro do colo do útero e cancro do endométrio podem ser vistos por ressonância magnética

Estudo apresentado na reunião anual da American Roentgen Ray Society

19 maio 2011
  |  Partilhar:

A ressonância magnética (RM) pode distinguir entre cancro endométrio e cancro do colo do útero na maioria dos casos, quando as biopsias não o conseguem, aponta um estudo apresentado na reunião anual da American Roentgen Ray Society.
No estudo, liderado por Heather He, do Centro Oncológico M. D. Anderson de Houston, EUA, constatou-se que os radiologistas que utilizam RM conseguiram identificar correctamente o tipo de cancro em 38 dos 48 pacientes – cerca de 79% dos casos que obtiveram resultados inconclusivos com a biopsia.

 

De acordo com o Instituto Nacional do Cancro, dos EUA, mais de 43 mil mulheres foram diagnosticadas no ano passado com cancro do endométrio - que atinge o revestimento do útero. De acordo com o mesmo instituto, foram diagnosticados 12.200 novos casos de cancro do colo do útero, que afecta a parte inferior do útero, prosseguindo até à vagina.

 

Num comunicado à imprensa, Heather He, refere que, "em cerca de 3% dos casos há dificuldade em determinar o sítio primário de cancro". " Sabendo o principal local do cancro significa que pode dar-se às pacientes a terapia mais adequada e evitar que se submetam a uma cirurgia desnecessária."

 

As imagens de RM usadas no estudo foram examinadas por dois radiologistas, um com cinco anos de experiência e outro com 18. Os diagnósticos foram idênticos na maioria das vezes, o que demonstra, segundo a especialista, que a experiência não é fundamental.

 

Como este estudo foi apresentado numa reunião médica, os dados e as conclusões devem ser considerados preliminares até serem publicados e revistos, refere a mesma nota de imprensa.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.