Cancro: desenvolvido método de tratamento mais preciso e menos invasivo

Estudo publicado na revista “Nano Today”

11 fevereiro 2013
  |  Partilhar:

Investigadores americanos desenvolveram um método mais preciso e menos invasivo para o tratamento do cancro, refere um estudo publicado na revista “Nano Today”.
 

Os investigadores da University of California, nos EUA, explicam que criaram umas pequenas capsulas constituídas por um polímero solúvel em água, que é capaz de transportar eficazmente um complexo proteico para o núcleo das células cancerígenas e induzir a sua morte. A cápsula, que tem cerca de 100 nanómetros, degrada-se sem causar qualquer dano nas células saudáveis.
 

O líder do estudo, Yi Tang, explica que o processo não envolve o risco de mutações genéticas como o que ocorre com as terapias genéticas para o cancro ou o risco de danificar as células saudáveis através da quimioterapia, a qual não distingue as células saudáveis e as cancerígenas.
 

Os investigadores explicam que o complexo proteico encapsulado, a apoptina, é capaz de destruir as células. Esta proteína acumula-se no núcleo das células cancerígenas, sendo posteriormente enviados sinais para que a células entrem em autodestruição.
 

O estudo refere que as cápsulas de polímero são desenvolvidas em condições fisiológicas, de modo a não alterarem a estrutura química das proteínas, impedem a precipitação e mantêm a sua eficácia nas células cancerígenas.
 

Experiências realizadas em linhas celulares de cancro da mama e em ratinhos demonstraram que este tipo de nanocápsulas eram capazes de reduzir significativamente o crescimento tumoral.
 

“Transportar um complexo proteico com as dimensões da apoptina para o interior das células tumorais foi um desafio, mas a estratégia de encapsulamento adotada foi muito eficaz na medida que se consegui proteger o seu conteúdo, o qual chegou ao seu destino sem perder qualquer qualidade”, revelou, em comunicado de imprensa, um dos autores do estudo, Muxun Zhao.
 

“Esta é uma nova e potencial forma de tratar o cancro”, conlcui Yi Tang.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.