Cancro da mama: que mulheres beneficiam de terapia de prevenção?

Estudo publicado na revista “Cancer Discovery”

18 junho 2013
  |  Partilhar:

As variações genéticas poderão funcionar como um indicador para determinar quais as mulheres que poderão beneficiar da toma de tamoxifeno ou raloxifeno para a prevenção do cancro da mama, sugere um estudo publicado na revista “Cancer Discovery”.
 

Para o estudo, os investigadores da Mayo Clinic, nos EUA, contaram com a participação de 592 pacientes com cancro da mama, que estavam a fazer terapia de prevenção, e 1.171 mulheres que integraram o grupo de controlo. Através da análise do ADN de cada participante, foi possível identificar duas variações genéticas, denominadas por polimorfismos de nucleotídeo único (SNPs, sigla em inglês), no gene ZNF423 e CTSO.
 

Os investigadores, liderados por James Ingle, constataram que as mulheres que respondiam melhor à terapia preventiva eram aquelas que apresentavam variações mais favoráveis nestes dois genes. Por outro lado, as mulheres que apresentavam variações pouco favoráveis não respondiam tão bem à terapia e também apresentavam um risco significativamente maior de desenvolver cancro da mama.
 

De acordo com as recomendações da U.S. Preventitive Services Task Force, a toma de moduladores seletivos do recetor de estrogénio, poderia ajudar a reduzir o risco de cancro da mama. No entanto, é difícil saber quem irá beneficiar desta terapia.
 

Assim, este é um grande avanço no que diz respeito à prevenção individualizada do cancro da mama. Os nossos resultados fornecem informações claras no que sentido de conhecer quais as mulheres que irão beneficiar da toma de tamoxifeno ou raloxifeno”, referiu, em comunicado de imprensa, o investigador.
 

“Não menos importante foi também a descoberta de como o tamoxifeno ou raloxifeno funcionam de forma a impedir o desenvolvimento do cancro”, acrescentou James Ingle.
 

“A melhor forma de diminuir a incidência do cancro da mama é, em primeiro lugar, preveni-lo. Os nossos resultados fornecem assim uma base de investigação para a prevenção do cancro”, conclui o investigador.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.