Cancro da mama: novo centro de apoio vai ser aberto em Portugal

Declarações da presidente do Centro de Apoio a Doentes com Cancro da Mama

27 março 2012
  |  Partilhar:

As pacientes com cancro da mama vão poder contar com mais um centro de apoio, desta vez em Lisboa, de acordo com a presidente do Centro de Apoio a Doentes com Cancro da Mama – Mama Help, Maria João Cardoso.

 

“Vai chamar-se Cancer Help e nascerá em instalações da Fundação Champalimaud”, revelou Maria João Cardoso, à agência Lusa.

 

O novo centro de apoio não médico funcionará com base num modelo “mais abrangente do que o Mama Help, uma vez que a fundação trata também outros cancros. O espaço existe, vamos modificá-lo e vamos ter o centro a funcionar ainda este ano. Aliás, espero que seja antes das férias, em junho. Queremos mesmo abrir, porque sentimos muito a falta de um centro em Lisboa. Há pessoas que vêm de Lisboa ao Mama Help, no Porto, mas não é confortável nem faz sentido”, afirmou.

 

Além de diretora do centro de apoio não médico a doentes com cancro da mama, Maria João Cardoso é também professora na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e dirige a Cirurgia Mamária da Unidade de Mama da Fundação Champalimaud.

 

No que diz respeito ao primeiro ano de funcionamento do Mama Help, Maria João Cardoso fez “um balanço muito positivo” do trabalho realizado, referindo que recorreram ao centro 260 doentes, o que se traduziu num total de 1.400 consultas.

 

“Durante um ano apoiámos, de formas variadas, doentes atingidas pelo diagnóstico de cancro da mama, ajudando-as a melhorar a sua qualidade de vida. Passando pela imagem, psicologia, nutrição, fisioterapia, naturopatia, ioga, reiki, acupunctura, aconselhamento jurídico e outras valências. Tentámos ajudar a aliviar, assim, a vida das mulheres confrontadas com este problema”, revelou Maria João Cardoso.

 

O Mama Help passou também a disponibilizar novas valências, como é o caso do exercício físico específico, no âmbito de um programa de doutoramento da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto. Iniciou também as consultas de podologia e fez uma parceria com a empresa “Dama de Copas”, oferecendo o serviço de “bra-fitting” (aconselhamento do soutien certo) também para mulheres com cancro da mama.

 

“Paralelamente, não descurámos, ao longo deste ano, informação qualificada nas ‘Conversas com os Especialistas’ do nosso conselho científico, pois achamos que uma das armas mais importantes para o combate de qualquer doença é a sua compreensão”, referiu.

 

O Mama Help “comprovou ser um projeto autossustentável, ainda que com ajuda de fund raising (angariação de fundos)”, acrescentou.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.