Cancro da mama diagnosticado na primeira mamografia

Cientistas portugueses desenvolvem novo método

11 abril 2002
  |  Partilhar:

Uma equipa de investigadores da Universidade de Aveiro (UA) está a desenvolver um novo método de diagnóstico do cancro da mama, que permite aos médicos detectar as microcalcificações a partir de uma única mamografia.
 

 

O projecto "Aplicação da Física aos Meios Complementares de Diagnóstico em Medicina" está a ser desenvolvido desde Setembro de 2001, em parceria com o Hospital Infante D. Pedro de Aveiro.
 

 

Em declarações à Agência Lusa, o coordenador da equipa de investigadores, João Lemos Pinto, disse que esta nova técnica visa a detecção das zonas de desorganização estrutural e microcalcificações a partir de uma única mamografia, aliviando a sobrecarga de radiações suportadas pela paciente.
 

 

"No processo convencional a paciente faz um exame e, quando o médico identifica potenciais áreas de microcalcificações, recorre a uma segunda radiografia mais pormenorizada da área em causa", explicou João Lemos Pinto, adiantando que, com esta nova técnica, a paciente não tem que se sujeitar a um novo exame e o médico pode fazer logo essa análise a partir da primeira mamografia.
 

 

O novo sistema em estudo é baseado numa ferramenta óptica (laser) que projecta uma mancha luminosa sobre a zona suspeita, possibilitando uma visualização das eventuais alterações.
 

 

Além da detecção do carcinoma com o despiste da película da primeira avaliação e da rapidez da sua confirmação, os investigadores portugueses esperam também dar um contributo para a análise das microcalcificações.
 

 

Actualmente, o sistema está a ser testado no Hospital de Aveiro, com o estudo de vários casos reais e, segundo João Lemos Pinto, os primeiros resultados obtidos durante o estágio de uma aluna finalista de Engenharia Física foram bastante animadores.
 

 

De acordo com João Lemos Pinto, tanto o hospital como a UA estão empenhados em prolongar o trabalho de modo a apurar a viabilidade desta nova técnica de diagnóstico do cancro da mama.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.