Cancro da mama: criada ferramenta que auxilia cirurgias

Projeto de investigadores do Porto

30 setembro 2016
  |  Partilhar:

Os investigadores do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC), do Porto, vão criar plataformas informáticas para melhorar a comunicação entre as equipas clínicas no planeamento de cirurgias relacionadas com o cancro da mama.
 

O projeto “BCCT.plan”, que arranca em novembro de 2016, conta com especialistas do INESC TEC, da Fundação Champalimaud e da empresa tecnológica Enermeter.
 

Hélder Oliveira, do Centro de Telecomunicações e Multimédia (CTM) do INESC TEC, explicou à agência Lusa que através desta tecnologia "os clínicos podem planear da melhor forma o procedimento cirúrgico e perceber qual a melhor estratégia a tomar, podendo mesmo servir como ferramentas de ensino na formação de novos médicos".
 

As ferramentas "vão permitir a comparação entre a aparência final da mama perante as várias opções cirúrgicas disponíveis", com base em informação personalizada 3D das pacientes, associando o tamanho, a localização e a densidade glandular do tumor (obtida através de exames radiológicos).
 

Desta forma, vai ser necessário criar uma base de dados com exames radiológicos, anotados por profissionais ligados à radiologia, e informação de superfície da mama.
 

Um dos outros objetivos é educar melhor as pacientes sobre as consequências do tratamento, de forma a facilitar a sua inserção no processo de decisão do procedimento a tomar, uma vez que a comunicação entre a paciente e médico será facilitada.
 

Este trabalho surge no seguimento do projeto europeu “Picture”, também liderado pelo INESC TEC, cujo principal foco era a criação de uma ferramenta de simulação automática, que não necessitava da interação do utilizador para obter o resultado para o procedimento cirúrgico.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Comentários 0 Comentar