Cancro colo-rectal afecta mais de 4000 portugueses por ano
24 outubro 2000
  |  Partilhar:

Mais de 4.000 portugueses são atingidos anualmente pelo cancro colo-rectal e 62 por cento dos hospitais distritais não fazem o rastreio desta doença porque não têm meios para tal.
 

 

Os dados fazem parte de um inquérito cujos resultados vão ser divulgados na "XV Reunião do Núcleo de Gastrenterologia dos Hospitais Distritais", que se realiza quinta e sexta-feira em Vila Franca de Xira.
 

 

O cancro colo-rectal, muito frequente nos países ocidentais, progrediu cinco por cento nos últimos 10 anos em Portugal, levando a que qualquer indivíduo tenha um risco de 1 para 20 de desenvolver carcinoma do cólon.
 

 

Este tipo de cancro não manifesta sintomas óbvios antes de atingir proporções razoáveis, tornando-se, portanto, muito importante o rastreio como medida de prevenção.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.