Cancro: bloqueio de proteína impede disseminação

Estudo publicado na revista “Cancer Research”

19 junho 2013
  |  Partilhar:

Investigadores americanos descobriram que uma proteína que está ativa durante o desenvolvimento embrionário, mas não nos tecidos adultos saudáveis, pode ser encontrada em vários tipos de cancro. O estudo publicado na revista “Cancer Research” dá assim conta de um novo alvo terapêutico contra o cancro, não colocando em perigo as células saudáveis.

 

As metástases são responsáveis por 90% das mortes associadas ao cancro, o que reforça ainda mais a necessidade de desenvolver tratamentos capazes de impedir a migração das células cancerígenas.
 

Estudos anteriores já tinham indicado que o silenciamento do gene que codifica a proteína ROR1 impedia as células do cancro da mama de se desenvolverem e de sobreviverem.
 

Agora, neste estudo, os investigadores da Universidade da Califórnia, nos EUA, encontraram uma associação entre a proteína ROR1 e um processo conhecido por EMT que ocorre durante o desenvolvimento inicial do embrião, quando as células migram para formar novos órgãos e também durante o processo de metastização.
 

O estudo apurou que as células do cancro da mama dos pacientes com adenocarcinoma, que expressavam elevados níveis de ROR1, apresentavam um maior risco de ter taxas mais elevadas de reincidência e metastização do que aquelas que expressavam níveis mais baixos. Estas eram também mais suscetíveis a ter os genes envolvidos no processo EMT ativados.
 

Contudo, quando o gene ROR1 foi inativado, o processo EMT foi revertido e as células cancerígenas deixaram de se disseminar. A utilização de um anticorpo monoclonal contra esta proteína impediu o crescimento e disseminação dos tumores altamente metastáticos com células que expressavam a ROR1.
 

O autor principal do estudo, Thomas Kipps, conclui que estes resultados indicam que a ROR1 regula o EMT e o processo de metastização, e que os anticorpos que tenham por alvo esta proteína poderão inibir a progressão e a metastização do cancro.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.