Canadá indeminiza prisioneiro por dividir cela com fumador
08 janeiro 2002
  |  Partilhar:

O governo canadiano pagou 1600 dólares (aproximadamente 1792 euros) de indeminização a um prisioneiro que não fumava e que foi obrigado a dividir sua cela com outro prisioneiro fumador.
 

 

William Canning, 44 anos, abriu um processo contra o governo canadiano no final de 1999, reclamando que havia sido exposto ao fumo de tabaco enquanto cumpria parte dos seus 22 anos de pena numa prisão federal em Quebec. Canning alegou que os seus direitos, de acordo com a Carta Canadiana de Direitos, foram violados na medida em que ele foi exposto a uma «punição cruel e incomum».
 

 

O governo rejeitou o argumento de Canning, afirmando que o «litigante não sofrera danos por ter dividido uma cela com um fumador, sem seu consentimento, por um período total de 17 dias». Mais tarde, porém, o governo acabou desistir do caso, fazendo com que Canning recebesse a sua indeminização.
 

 

Uma porta-voz do Serviço de Correcção Prisional do Canadá disse que o sistema prisional federal permite que os reclusos fumem nas suas celas e que essa política não vai mudar
 

 

De acordo com a porta-voz, Michele Pilon-Santilli, «proibir que um recluso fume na sua cela é uma questão um pouco delicada.»
 

 

MNI – Médicos Na Internet
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.