Campanha para promoção dos genéricos

Iniciativa do Infarmed

14 julho 2009
  |  Partilhar:

A nova campanha de informação lançada na passada segunda-feira pela Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed) tem por objectivo alertar para o impacto do custos dos medicamentos na vida dos utentes e apresentar os medicamentos genéricos como "uma solução para reduzir essa despesa".

 

A campanha para impulsionar a venda de medicamentos genéricos em Portugal , que se prolongará até aos finais de Outubro, tem por mote "Não acha que estar doente já custa o suficiente?"

 

Esta campanha, que será "maioritariamente desenvolvida em ambiente Web, vai ser divulgada através da Internet, distribuição de folhetos informativos (1,3 milhões) e seis mil cartazes colocados em centros de saúde, hospitais e farmácias de todo o país. Por correio, serão ainda "remetidas 39 mil cartas com informações sobre as vantagens dos medicamentos genéricos a cerca de 31.500 médicos, 7.400 farmacêuticos e cem associações de doentes", refere o Infarmed em comunicado ao qual a agência Lusa teve acesso.

 

O Infarmed revelou que esta campanha irá ainda incluir o envio de um e-mail contendo várias informações sobre os medicamentos genéricos a cerca de 8.500 médicos, 6 mil farmacêuticos e 4 mil utentes. No âmbito desta iniciativa será também realizado, pela primeira vez, em Setembro, um workshop on-line sobre genéricos e será criado um "perfil associado aos medicamentos genéricos no Facebook e Twitter".

 

De acordo com os dados divulgados pelo Infarmed, o mercado de medicamentos genéricos em Portugal tem registado um crescimento e “neste momento, corresponde a cerca de 14,9 % da quota de mercado de medicamentos”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.