Campanha nacional alerta para doença bipolar

Personalidades apoiam associação de doentes

27 abril 2004
  |  Partilhar:

Marcelo Rebelo de Sousa, Eduardo Prado Coelho, Francisco Louçã, Filipe La Féria, David Ferreira, Judite de Sousa, Rita Ferro Rodrigues, Júlio Magalhães, Rodrigo Guedes de Carvalho e Estudantina Universitária de Lisboa são algumas das personalidades que vão dar a cara na primeira campanha nacional de alerta para a doença bipolar, a ser apresentada hoje, quarta-feira, no Teatro Politeama, em Lisboa.  «É preciso informar, aprender e empregar…» é o slogan da campanha promovida pela Associação de Apoio aos Doentes Depressivos e Bipolares (ADEB). Além da participação das personalidades referidas, junta-se ainda a esta causa o elenco da peça de teatro «My Fair Lady», Cármen Dolores, Vítor de Sousa e Helena Ramos. A iniciativa tem por objectivo sensibilizar, informar, educar e alertar a sociedade para a doença bipolar. Segundo Delfim Oliveira, presidente da ADEB, esta campanha representa«um passo muito importante na diminuição do estigma da sociedade face aos doentes bipolares».O distúrbio bipolar é uma perturbação caracterizada por variações do humor, com crises de depressão e de mania (euforia), e que afecta quase 1,6 por cento da população mundial e é geralmente diagnosticada na fase jovem. Estas alterações do humor têm importantes repercussões nas sensações, nas emoções, nas ideias e no comportamento da pessoa, com uma perda importante da saúde geral e na capacidade de relacionamento. O conhecimento intelectual e emocional sobre a doença bipolar ajuda a derrubar mitos, destruir preconceitos e a viver a bipolaridade do indivíduo de uma forma normal. A ADEB actua a nível nacional e abrange doentes, familiares, médicos, psicólogos, enfermeiros, técnicos de serviço social e outros profissionais. Tem como objectivos a reabilitação psicossocial, a promoção da acção médica especializada junto da comunidade, divulgação de conhecimentos sobre as doenças mentais, o apoio da célula familiar e a orientação dos utentes desempregados na inserção ou reinserção profissional, em cooperação com os centros de emprego. Grandes vultos mundiais que se destacaram nas mais diversas áreas como artes, ciências, música, literatura, cinema, entre outras, sofreram e sofrem de perturbação bipolar. Nomes sonantes como Florbela Espanca, Mário de Sá Carneiro, Fernando Pessoa, Victor Hugo, Edgar Allan Poe, George Frederic Haendel, Peter Tchaikovsky, Sting, Kurt Cobain, Ernest Hemingway, Van Gogh, Gaugin, Axl Rose, Peter Gabriel, Ted Turner, Jim Carey, Francis Ford Coppola, entre muitos outros, são alguns exemplos de indivíduos com perturbação bipolar. MNI-Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.