Caminhar: o melhor remédio contra a doença Alzheimer

Passear a pé pode reduzir riscos de demência nos idosos

27 setembro 2004
  |  Partilhar:

As caminhadas regulares podem ajudar a manter a vivacidade do espírito e reduzir os riscos de contrair a doença de Alzheimer ou outras formas de demência depois dos 70 anos, indica um estudo hoje publicado.A investigação foi efectuada num grupo de 2.257 reformados, todos homens, com idades entre os 71 e os 93, em Honolulu, e vem publicada na última edição do JAMA (Journal of the American Medical Association).Segundo as conclusões do estudo, quem anda diariamente apenas entre 500 metros e um quilómetro corre duas vezes mais riscos de sofrer da doença de Alzheimer ou outras formas de demência do que quem caminha mais de três quilómetros por dia. «Este estudo tende a pôr em evidência a relação entre andar a pé e o estilo de vida em geral com uma redução dos riscos de demência entre as pessoas idosas», explicou Robert Abbott, um dos cientistas que participaram na investigação.Estudos anteriores já tinham demonstrado que o exercício mental, como por exemplo a leitura ou as palavras cruzadas, pode diminuir os riscos de degenerescência mental entre as pessoas idosas. A nova investigação mostra que o exercício físico também ajuda. Bill Thies, vice-presidente para os assuntos médicos e científicos da Associação de Azheimer norte-americana, avançou algumas pistas sobre como o cérebro pode ser estimulado pelo exercício físico.Investigações feitas em ratinhos, explicou, sugeriram que o exercício poderá reduzir os níveis cerebrais de amilóide, uma proteína pegajosa que obstrui o cérebro nos pacientes de Alzheimer. Outros estudos, acrescentou, mostraram que o exercício eleva os níveis das hormonas necessárias à produção de neurónios e aumenta a irrigação sanguínea do cérebro.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.