Calor e chuva podem desencadear crises de dor de cabeça

Estudo publicado na revista “Neurology”

17 março 2009
  |  Partilhar:

Os dias de calor ou a baixa da pressão atmosférica podem provocar crises de dores de cabeça e de enxaqueca, aponta um estudo publicado na revista “Neurology”.

 

No estudo foram analisadas mais de sete mil pessoas que recorreram ao Centro Médico Beth Israel Deaconess, em Boston, EUA, entre Maio de 2000 e Dezembro de 2007. No total, 2 250 pessoas receberam um diagnóstico de enxaqueca, tendo 4 803 sido diagnosticadas com dor de cabeça provocada por tensão ou outras causas.

 

Os investigadores monitorizaram vários factores ambientais, como temperatura, pressão atmosférica, humidade e poluição do ar, durante os três dias que antecederam as visitas dos pacientes ao hospital e nas semanas seguintes, para verificar quais destes factores estariam mais relacionados com as fortes dores de cabeça.

 

Foi constatado que o risco de incidência da dor aumentava 7,5% quando, 24 horas antes da ida do paciente ao hospital, ocorria um aumento de cinco graus centígrados na temperatura do ar.

 

A ocorrência de baixa pressão atmosférica, com o céu encoberto e possibilidade de aguaceiros que lhe são característicos, também foi relacionada com o aumento da frequência de enxaqueca, num período de 72 a 48 horas antes da visita do paciente ao hospital.
 

Curiosamente, em geral a poluição do ar não teve influência sobre a incidência da enxaqueca.

 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.