Calmante para porcos funciona em humanos

Suplemento mineral ajuda a melhorar sintomas da doença bipolar ou flutuações violentas de humor em humanos

03 julho 2001
  |  Partilhar:

Um suplemento mineral desenvolvido para acalmar porcos agressivos foi alterado de modo a produzir efeitos em crianças e adultos com problemas mentais graves.
 

 

 

A mistura dos minerais, inicialmente considerada pelos cientistas como ineficaz, foi desenvolvida pelo dono de uma fábrica de ração no Canadá, na tentativa de ajudar os filhos de um casal amigo, os quais sofrem de distúrbios psicológicos graves.
 

 

 

David Hardy usou os seus conhecimentos na área de nutrição animal. Para tal utilizou uma mistura de 36 componentes, a maioria dos quais minerais. Segundo Hardy, os efeitos manifestados pelas crianças foram de tal modo evidentes que prosseguiu com a investigação.
 

 

 

O resultado deste estudo embrionário está a lançar muita curiosidade na comunidade médica. Embora não exista ainda unanimidade quanto ao assunto, alguns pediatras canadianos aceitam as conclusões preliminares do estudo e acham-no mesmo “convincente”.
 

 

 

“A amplitude do suplemento e a magnitude do seu efeito são dois dos avanços dados por este estudo”, declarou Bonnie Kaplan, professora de pediatria, durante o congresso da British Psychological Society, em Londres.
 

 

A especialista adiantou ainda que com este fármaco experimental tem “observado pessoas que estão completamente curadas da doença bipolar – maníaco-depressiva- ou de flutuações violentas de humor”.
 

 

 

Estas são, de facto, boas notícias. O resultado dos três testes efectuados - dois em crianças e um em adultos – mostrou sinais positivos de uma melhora do comportamento logo depois da administração do suplemento.
 

 

 

Kaplan está radiante com os resultados e garante que, ainda este ano, vão ser efectuadas amplas experiências para testar a eficácia do tratamento.
 

 

 

Adaptado por: Paula Pedro Martins
 

 

MNI - Médicos Na Internet
 

Fonte: Reuters
 

 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.