Cálculos renais: novo método de tratamento mostra-se promissor

Estudo publicado no “Science”

18 outubro 2010
  |  Partilhar:

Investigadores americanos desenvolveram um método capaz de inibir o crescimento de cristais de cisteína, responsáveis pela formação de alguns dos cálculos renais, o qual poderá ajudar na prevenção deste problema, refere um estudo publicado na “Science”.

 

A formação de cálculos de L-cisteína é uma consequência da presença de níveis excessivos deste aminoácido na urina, que formam cristais, que se agregam em cálculos, chegando a atingir um centímetro de diâmetro. Os actuais tratamentos existentes para este tipo de cálculos, como a diluição através da ingestão elevada de líquidos, conseguem suprimir, mas não impedir completamente, a formação do cálculo. Por outro lado, certos medicamentos podem provocar alguns efeitos adversos como náuseas, febre, cansaço, alergias de pele e hipersensibilidade.

 

Assim, perante a limitação dos actuais tratamentos, os investigadores da New York University's, nos EUA resolveram investigar uma forma de reduzir a formação e o crescimento destes cristais.

 

Com ajuda de um microscópio de força atómica, Jeffrey D. Rimer e os seus colegas de equipa perceberam como é que os cristais se formavam, o que lhes permitiu posteriormente seleccionar um agente químico capaz de inibir este processo.

 

O composto sintético seleccionado, o L-CDME, é estruturalmente idêntico à L-cisteína diferindo apenas nas moléculas dos grupos bloqueadores desenhadas para evitar a ligação da L-cisteína à superfície do cristal. O estudo revelou que efeitos semelhantes foram encontrados com outro agente sintético, o L-CME.

 

Em comunicado de imprensa, os autores do estudo revelam que estes resultados podem conduzir “a uma nova abordagem para a prevenção de cálculos de cisteína, simplesmente parando a sua cristalização”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.