Calças vibratórias contra angina de peito

Britânicos tratam doença com novo método

11 outubro 2004
  |  Partilhar:

 As pessoas que sofrem de angina de peito podem contar com um novo tratamento disponível na Grã-Bretanha. Trata-se de umas calças vibratórias. O tratamento, conhecido como EECP (Enhanced External Counterpulsation, ou «contra-pulsação externa aumentada») aumenta o fluxo sanguíneo para o coração. As faixas infláveis, como as usadas para medir a tensão arterial, são colocadas em volta das canelas, coxas e nádegas dos pacientes. As faixas enchem e esvaziam com cada batimento cardíaco, empurrando o sangue das pernas em direcção ao coração, enquanto um monitor acompanha o ritmo dos batimentos. A angina acarreta uma sensação de dor e compressão ou ardência no peito e ocorre quando as principais artérias do coração estão parcialmente ou completamente bloqueadas, privando o músculo cardíaco de oxigénio e nutrientes.Medicamentos e cirurgias como as de ponte de safena e angioplastia são alguns dos tratamentos convencionais, dado melhorarem o fluxo do sangue e reduzem a carga do coração. Em alguns pacientes, nenhum desses tratamentos se mostra eficaz. Os cardiologistas da Clínica Yorkshire, que está a efectuar o tratamento, acreditam que esses pacientes que podem beneficiar do EECP.O tratamento é feito em sessões de uma hora, cinco dias por semana, durante sete semanas. Em cada sessão, o paciente fica deitado numa cama especial, com as faixas colocadas à volta das suas pernas.Quando o coração está em repouso, as faixas estufam e depois esvaziam pouco antes de cada batimento cardíaco. A sequência de movimento das faixas faz a um aumento do fluxo de sangue para o coração e estimula os pequenos vasos sanguíneos a crescerem à volta das artérias bloqueadas para alimentar o coração.Chris Morley, cardiologista da clínica, ficou satisfeito com os resultados. «Já tratamos 30 pacientes nos últimos 18 meses e os resultados não apenas superaram as nossas expectativas, mas um pequeno número de pacientes deu-se tão bem que a sua vida se transformou.» O tratamento completo custa 10,5 mil euros. Traduzido e adaptado por:Paula Pedro MartinsJornalistaMNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.