Cafeína e sua função como estimulante sexual em ratinhos

Trabalho apresentado na revista "Pharmacology, Biochemistry and Behavior"

28 março 2007
  |  Partilhar:

A cafeína pode funcionar como um estimulante sexual em mulheres, refere um estudo feito em roedores e divulgado na revista médica "Pharmacology, Biochemistry and Behavior". Investigadores da Southwestern University, nos EUA, analisaram a interacção entre o consumo de cafeína e a libido feminina. A equipa administrou a 108 ratinhos fêmeas doses moderadas de cafeína antes do acasalamento, para verificar se a substância influenciava, de alguma forma, o comportamento feminino durante o acasalamento. Os cientistas verificaram que a administração de cafeína diminuiu o tempo que as fêmeas demoravam para voltar a acasalar, indicando que ficavam mais estimuladas a estar com os machos. Ao mesmo tempo em que sugerem que o consumo de cafeína pode ter um efeito na esfera sexual em fêmeas de outras espécies, os líderes da equipa de investigação, Fay Guarraci e Staci Benson, também não excluem o facto de o mesmo efeito (ocorrido em ratinhos) poder não acontecer em mulheres. E explicam: “Dado que os ratinhos nunca tinham consumido cafeína, em humanos, talvez se verifique o mesmo efeito sexual, mas apenas em mulheres que não tenham o hábito de ingerir a substância”. Contudo, Guaraci afirmou que o estudo pode ajudar a entender a relação entre o funcionamento do cérebro e o comportamento sexual. “Entender o circuito que controla este comportamento pode ajudar a desvendar como trabalha o cérebro em áreas que mediam a motivação sexual”. MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.