Cafeína e exercício podem diminuir risco de cancro de pele

Estudo apresentado na American Association for Cancer Research

11 abril 2012
  |  Partilhar:

A cafeína e o exercício podem ajudar a diminuir o risco de cancro de pele causado pela exposição ao sol, sugere um estudo apresentado na reunião anual da American Association for Cancer Research (AACR), em Chicago, EUA.

 

Para o estudo, os investigadores da Rutgers Ernest Mario School of Pharmacy, Nova Jérsia, EUA analisaram como a cafeína e o exercício afetavam o desenvolvimento do cancro da pele em ratinhos, tendo-os expostos a radiação UVB, a componente da luz solar que causa este tipo de cancro.

 

Os investigadores, liderados por Yao-Ping Lu, dividiram os animais em quatro grupos: um grupo que bebia apenas água, sem fazer exercício; o segundo grupo bebia água misturada com cafeína e não praticava exercício; o terceiro grupo bebia apenas água e tinha uma roda para praticar exercício e o quarto grupo bebia água misturada com cafeína e tinha uma roda para prática de exercício.

 

Após 14 semanas, os investigadores concluíram que o grupo que bebia água com cafeína e fazia exercício tinha menos 62% de tumores de pele não melanomas, comparativamente com os grupos de controlo. O tamanho dos tumores também era menor, cerca de 85%.

 

Os resultados mostraram igualmente que a cafeína e o exercício, separadamente, também apresentavam efeitos positivos, mas num grau menor do que quando combinados.

 

O estudo constatou também que, em comparação com o grupo de controlo, o grupo de ratinhos que bebia cafeína e não praticava exercício físico apresentava uma redução da atividade e do volume dos tumores de 27 e 61%, respetivamente. Quanto ao grupo que praticava exercício e mas não bebia cafeína houve uma redução da atividade do tumor de 35% e uma redução do seu tamanho de 70%.

 

A equipa de investigação também encontrou evidências que sugerem que a gordura e a obesidade agravam o crescimento de tumores, pelo que o exercício combinado com a cafeína pode prevenir não só o cancro da pele, como inflamações ligadas a outros cancros e derivadas da obesidade.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.