Café pode diminuir risco de morte por cirrose hepática

Estudo publicado na “Hepatology”

08 abril 2014
  |  Partilhar:

Uma equipa de investigadores apurou que o consumo de duas ou mais chávenas de café diárias pode reduzir o risco de morte por cirrose hepática em 66%.
 

A cirrose hepática é a décima causa de morte em Portugal, tendo como principal causa o consumo de álcool (70% a 85% dos casos) e a infeção pelos vírus das hepatites B e C. Esta doença é responsável por 1,3% das mortes no mundo.
 

Liderada por Woon-Puay Koh, Universidade de Singapura, a equipa debruçou-se sobre os efeitos do café, álcool, chá preto e verde, e bebidas refrigerantes no risco da mortalidade causada pela cirrose hepática.
 

Os investigadores contaram com a participação de 63.000 voluntários chineses residentes em Singapura, com idades compreendidas entre os 45 e os 74 anos no início do estudo, que foram seguidos por um período de aproximadamente 15 anos. Durante este período a equipa recolheu informação clínica e sobre o estilo de vida dos participantes através de questionários e entrevistas. No decorrer do período do estudo morreram 14.928 participantes, 114 dos quais por cirrose hepática.
 

Os resultados demonstraram que o café estava associado a um menor risco de morte por cirrose, particularmente no caso da cirrose causada por hepatite não viral. Os participantes que consumiam duas ou mais chávenas de café diárias apresentavam um risco de mortalidade 66% menor relativamente aos participantes que não consumiam café numa base diária.
 

No entanto, o consumo de café não foi associado à mortalidade por cirrose causada por hepatite viral B.
 

Os participantes que consumiam pelo menos 20 gramas de álcool por dia apresentavam um risco acrescido de mortalidade por cirrose, em comparação com não consumidores da substância.
 

Woon-Puay Koh considera que este estudo é o primeiro a evidenciar diferenças entre o efeito do café sobre a mortalidade por cirrose hepática causada por hepatite viral e não viral. Os autores acrescentam que este estudo “fornece um estímulo adicional para se avaliar o café como sendo um potencial agente terapêutico em pacientes com cirrose”.
 

Anteriormente foram publicados estudos sobre os benefícios do café sobre a saúde humana, como a redução do risco do cancro no fígado, a diminuição do risco de suicídio e uma melhoria na memória de longo-termo. Cerca de 80% dos portugueses bebe café diariamente. O dia mundial do café é assinalado a 14 de abril.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.