Cada internamento de seropositivo custa cinco mil euros

Estudo da Direcção-Geral de Saúde

19 maio 2009
  |  Partilhar:

Os internamentos por VIH/Sida nos hospitais públicos do continente custaram ao Estado em 2007 cerca de 22 milhões de euros, com um custo médio por doente após a alta clínica de cinco mil euros, revela um estudo da Direcção-Geral de Saúde (DGS).

 

O estudo dos internamentos nos hospitais públicos do continente e dos dados de mortalidade disponíveis em Portugal desde 2000, citado pela agência Lusa, revela que as hospitalizações por esta doença se caracterizam por "custos elevados" e períodos de internamento, em média, longos.

 

O estudo revela que, em 2007, a taxa de letalidade intra-hospitalar se situava nos 13,7% e que, apesar de ter diminuído, ela continuava a ser muito superior à taxa das outras causas de morte no continente (4,5%).

 

O tempo médio dos internamentos (18,1 dias em 2007) por VIH/SIDA também tem vindo a descer ao longo dos últimos anos, mas mantém-se ainda muito acima da média nacional, que se situa nos seis dias de hospitalização.

 

A informação de morbilidade foi recolhida da base de dados dos Grupos de Diagnóstico Homogéneos (2000-2007) e a informação de mortalidade foi recolhida da base de dados de óbitos (2000-2005).

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.