Caça fantasmas

Cientistas explicam sensações estranhas em casas assombradas

08 setembro 2003
  |  Partilhar:

Arrepios inexplicáveis, sons longínquos, correntes de ar com portas e janelas fechadas. Tudo isto são sintomas da existência de possíveis fantasmas? Não. Uma equipa de cientistas britânicos analisaram algumas das supostas casas assombradas e concluiu que apesar dos fenómenos existirem devem-se a sons de frequência muito baixa, que são inaudíveis para os seres humanos mas que mesmo assim se conseguem sentir.
 

 

Numa experiência controlada, os especialistas confirmaram que os sons de frequências muito baixas, chamados infra-sons, podem estar na origem de uma variedade de efeitos estranhas, incluindo ansiedade, extrema tristeza e calafrios.
 

 

Os resultados deste estudo fundamentam a crença popular da existência de uma ligação entre os infra-sons e sensações estranhas. «Normalmente, não podemos ouvi-los», explicou Richard Lord, especialista em acústica do Laboratório Nacional de Física, no Reino Unido, que trabalhou neste projecto.
 

 

Os infra-sons podem ser gerados por fenómenos naturais, como tempestades, tremores de terra e erupções vulcânicas. Mas a actividade humana também os produz, como por exemplo o barulho das fábricas, do fogo-de-artifício e de certos motores.
 

 

Os infra-sons são definidos como vibrações que acontecem a frequências abaixo dos 20 Hertz, que os seres humanos não conseguem ouvir. As frequências audíveis para os humanos estão entre os 20 e os 20.000 Hertz. Mas há muitos animais que detectam esses sons baixos e alguns comunicam mesmo por infra-sons, como é o caso do bacalhau, do elefante e das baleias.
 

 

Leia tudo no: Público
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.