Brasileiras engravidam mais tarde e têm menos filhos

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

18 novembro 2011
  |  Partilhar:

A taxa de fecundidade no Brasil registou um declínio em todas as regiões do país, a passar de uma média de 2,38 filhos, em 2000, para 1,86 filhos por mulher em 2010, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), citados pela agência Lusa.


As maiores quedas foram observadas nas regiões Nordeste e Norte, que possuíam os mais altos níveis de fecundidade em 2000. Rio de Janeiro e São Paulo foram responsáveis pelas taxas mais baixas, respectivamente, 1,62 filhos e 1,63 filhos por mulher.


O estudo divulgado esta semana pelo IBGE também revela uma mudança no perfil de fecundidade das brasileiras, cuja idade média da gravidez deixou de estar concentrada entre as mais jovens. Em 2000, os grupos de mulheres entre 15 e 19 anos e 20 e 24 anos de idade representavam 18,8% e 29,3% da fecundidade, enquanto em 2010 os mesmos grupos etários representaram 17,7% e 27,0%. Por outro lado, ao longo da última década, a taxa de fecundidade aumentou nas mulheres acima dos 30 anos, passando de 27,6% em 2000 para 31,3% em 2010.


ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.