Bombeiros lançam ultimato ao Ministério da Saúde para pagar dívidas
21 julho 2001
  |  Partilhar:

A Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) lançou hoje um ultimato ao Ministério da Saúde para, no prazo de 45 dias, regularizar a dívida de 750 mil contos pelos serviços prestados aos utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS).
 

 

A informação foi avançada pelo presidente da LBP, Duarte Caldeira, no final de um encontro da organização, durante o qual foram abordadas as "graves dificuldades financeiras" dos bombeiros portugueses.
 

 

Desde 1981 que existe um acordo celebrado entre a LPB e o Ministério da Saúde prevendo a revisão anual do preçário dos serviços de transporte de utentes do SNS, contudo, segundo a Liga, o acordo não é cumprido, pois os preços estão por actualizar e os prazos de pagamento não são cumpridos.
 

 

O presidente da Associação Portuguesa de Transporte de Doentes e Sinistrados (APTDS), Vasco Vilas Boas, considera que a falta de pagamento dos serviços efectuados e o baixo preço por quilómetro (51 escudos) são os responsáveis por esta situação.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar