Body piercing e Body Tatoo - Conheça a adesão dos jovens à Body Art...

... e as suas consequências

08 janeiro 2002
  |  Partilhar:

Os piercings vieram para ficar. Pelo menos é o que parece. Depois da descrição do caso de uma jovem que sofreu consequências desastrosas depois de ter feito um piercing (ver O seu filho quer fazer um piercing e você quer dissuadi-lo?), surge um estudo revelador da adesão dos jovens universitários americanos à Body Art e a incidência das complicações médicas associadas à aplicação de piercings e de tatuagens.
 

 

Os investigadores, sob a coordenação de Lester Mayers do Departamento de Medicina Desportiva da Pace University, Pleasantville, New York (EUA), constataram que, independentemente da parte do corpo em que o piercing é aplicado, um quinto dos adeptos dos piercings sofreu complicações mais ou menos graves que variaram entre as hemorragias e as infecções.
 

 

O estudo, publicado na edição deste mês da Mayo Clinic Proceedings, baseiado numa amostra de 454 estudantes, mostrou que o problema mais comum entre os jovens adeptos das «artes do corpo» são as infecções bacterianas (normalmente associadas à falta de cuidados higiénicos durante a aplicação dos objectos no corpo), logo seguidas pelas hemorragias e pelas feridas resultantes do levantamento da pele no local de aplicação do piercing.
 

 

Os locais preferidos pelas raparigas para a aplicação de piercings são os lóbulos das orelhas e o umbigo. Já para os rapazes, o lóbulo da orelha é o local de eleição. Uma conclusão curiosa do estudo foi que os jovens atletas do sexo masculino preferem as tatuagens aos piercings.
 

 

Os autores do estudo também referem complicações decorrentes das tatuagens, que se podem manifestar mais tarde através de infecções pelos vírus das hepatites B e C ou pelo HIV.
 

 

 

MNI – Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.