Bioquímico alemão Axel Ullrich ganha prémio Robert Koch 2001
06 novembro 2001
  |  Partilhar:

O bioquímico alemão Axel Ullrich, de 58 anos, recebeu ontem em Bona, Alemanha, o prémio Robert Koch 2001, um dos mais importantes do mundo científico, pela sua contribuição ao desenvolvimento de medicamentos contra o cancro.
 

 

Axel Ullrich é director do Instituto Max Planck de bioquímica em Martinsried, perto de Munique. O prémio, de 61 mil euros, foi entregue pela ministra da Saúde alemã, Ulla Schmidt.
 

 

Os avanços científicos de Axel Ullrich serviram de base para as investigações que conduziram à criação do primeiro fármaco específico, herceptina, utilizado em casos difíceis, como cancro da mama acompanhado de metáteses, com o objectivo de reduzir os tumores e prolongar a vida dos pacientes.
 

 

Segundo os especialistas, o uso destes medicamentos multiplica por três as possibilidades de recuperação e, além de ser muito eficaz, não apresenta efeitos secundários como os decorrentes da quimioterapia.
 

 

Fabricado pelo grupo farmacêutico Roche, o medicamento foi autorizado na União Europeia (UE) em Agosto de 2000. Nos Estados Unidos é utilizado desde 1998.
 

 

O cientista britânico Nicholas Mitchison, de 73 anos, um dos pioneiros no estudo da imunologia, recebeu a medalha de ouro Robert Koch pelo conjunto de investigações realizadas.
 

 

O Robert Koch é concedido há 35 anos para premiar os avanços realizados na área da investigação ligada fundamentalmente às doenças infecciosas.
 

 

Paula Pedro Martins
 

MNI - Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.